Allez au contenu, Allez à la navigation, Allez à la recherche, Change language

  • Applications

Página inicial > O dia-a-dia

O Diário 2010

14 de Maio
  • Actualités
  • Vidéos
  • Photos
  • Audios

Il Gattopardo de Luchino Visconti em Cannes Classics

Dia 14.05.2010 às 12:00 AM - Updated on 22.05.2010 at 12:46 PM

Regresso a Cannes para Il Gattopardo de Luchino Visconti. Galardoado com a Palma de Ouro em 1963, este filme deu origem a uma cópia restaurada* que será difundida hoje, às 18h15, na sala Debussy, em formato numérico com um trabalho sobre o som.
 

Este filme, uma adaptação do romance com o mesmo nome de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, retraça o declínio da aristocracia italiana através do lúcido e clarividente príncipe de Salina (Burt Lancaster). Aceitando um casamento desigual, casa o seu filho Tancrède (Alain Delon) com Angelica (Claudia Cardinale), filha do presidente da câmara, avarento e novo-rico, símbolo da burguesia em ascensão.
 

Símbolo desta luta de classes: a cena do baile, cena central, quarenta e cinco minutos para uma concentração de paradoxos. Um ambiente faustoso e leve dissimula a decadência de toda uma elite. Para o príncipe Salina, ela é sinónimo de velhice e de medo da morte. Atrás dos risos e dos sorrisos, adivinha-se o pavor e o naufrágio, denotados pelas conversas e pelo calor abafado da noite. Sendo a cena mais longa do filme, ela necessitou de quarenta noites de rodagem no palácio de Gangi em Palermo, no calor siciliano. Foi mesmo preciso montar velas à base de ácidos gordos para evitar que estas queimassem demasiado rápido.
 

TK


* Versão restaurada para a Cinemateca de Bolonha, o laboratório Immagine Ritrovata, a Film Foundation, Pathé, a Twentieth Century Fox e o Centro Sperimentale di Cinematografica – Cinetteca nazionalequi.
 
 

Escolher um ano

No dia-a-dia

      1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31

Nous suivre