Allez au contenu, Allez à la navigation, Allez à la recherche, Change language

  • Applications
  • Tumblr

Página inicial > O dia-a-dia

O Diário 2012

17 de Maio
  • Actualités
  • Vidéos
  • Photos
  • Audios

Jacques Audiard: "Ofilme mostra personagens em período de crise"

Dia 17.05.2012 às 12:00 AM - Updated on 04.06.2012 at 4:14 PM

Jacques Audiard © FIF/LB
Jacques Audiard © FIF/LB

Jacques Audiard apresentou o seu filme De Rouille et d'os em conferência de imprensa. A seu lado, o argumentista Thomas Bidegain e os actores Marion Cotillard e Matthias Schoenaerts responderam às perguntas dos jornalistas. Extractos escolhidos.

 

 

A busca de Marion Cotillard para interpretar o personagem de Stéphanie
Quando li o argumento de Jacques et Thomas, achei a história comovente. Geralmente, quando leio uma história, há sempre uma compreensão imensa do personagem. Sei quem essa pessoa. Com Stéphanie, cheguei ao fim do personagem sem saber quem era. Falei disso com o Jacques, ele disse-me que também não sabia nada dela e a perspectiva de partir em busca desse personagem com ele excitou-me.

 

A força física e corpórea no filme, por Jacques Audiard
Matthias não faz parte dos meus critérios masculinos. Prefiro os homens pequenos e admirei-me de mim próprio por ter feito essa escolha, desse rapaz grande cheio de músculos. O filme narra isso, personagens deformados, numa era de crise em que a sociedade se confronta à ferocidade, em que se come nos caixotes do lixo. É esse o sentido da força física. Não há palavras, mas existe isso. E no final, será preferível, provavelmente, empregar as palavras.
 

Jacques Audiard explica os efeitos especiais para ocultar as pernas de Marion Cotillard
Cortei-as! É um filme que não teria podido fazer há 10 anos atrás, é muito pesado. Hoje, usam-se meias verdes e a seguir suprime-se o verde, e pronto.


Marion Cotillard prossegue:
A maioria das vezes ela entra na sua cadeira. A seguir é uma questão de imaginação. Imagina-se que não se tem pernas e quando estava em pé, era preciso encontrar algo de cinematográfico. E Jacques estava lá, ele dizia-nos «podemos imaginar que ela esquece-se e que ela poderia levantar-se esquecendo que não tem pernas».

 

Propósitos recolhidos por TK

Escolher um ano

No dia-a-dia

  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31

Nous suivre